Principais tendências em redes sociais em 2020

Falar de tendência nem sempre é fácil, pois podemos fazer uma análise do que está em ascensão, mas não podemos reinventar a roda e sair ditando inovação. Por isso, a Crisálida Design fez uma pesquisa em alguns sites que são referência na área, e vimos o que eles tem em comum, ao falar sobre as tendências desse ano que está recém começando.

Stories

Rápidos e excelentes para gerar engajamento, a tendência é se tornarem ainda mais relevantes. De acordo com o CPO (diretor de produtos) do Facebook, Chris Cox, o modelo de Stories tende a superar os feeds das redes sociais como a principal forma de compartilhamento de conteúdo. Apesar de a mensagem privada ainda ser o dominante, os vídeos e fotos temporários estão ganhando mais e mais espaço dentro dessas plataformas.

Vídeos

Quando falamos em materiais para os feeds — que ainda são relevantes —, os vídeos devem estar no topo da sua lista de prioridade. No Instagram, por exemplo, dados mostram que esse formato recebe 38% a mais de engajamento e duas vezes mais comentários do que uma foto.

TikTok

Se você ainda não ouviu falar dessa rede social, saiba que usuários de todo o mundo já passam mais tempo lá do que que até mesmo no Facebook (em média 45 minutos por dia). E a rede social é ideal para marcas que possuem um público-alvo mais jovem, já que mais de 40% dos usuários do TikTok possuem entre 16 e 24 anos.

Comunidades do Facebook

Por mais que não seja um recurso novo, as comunidades nas redes sociais estão ganhando mais espaço entre os usuários e, consequentemente, as empresas precisam passar a olhar para esses nichos. Já são mais de um bilhão de usuários fazendo parte de comunidades no Facebook.

As marcas precisam se encaixar nesse cenário e aproveitar a facilidade da segmentação para divulgar seus produtos, fortalecerem a autoridade da sua marca e, é claro, se aproximarem de clientes em potencial.

Dados mostram que grupos e comunidades são responsáveis por 90% das conversas online sobre serviços e produtos e que o tempo médio de um usuário nesses canais é de 20 minutos, enquanto em um blog ou site não passa dos três. Para quem quer segmentar ainda mais o alcance de suas ações de comunicação, esse é um caminho interessante.

Brand Voice

Uma forma de promover o engajamento é por meio da criação de uma Brand Voice. Afinal, não é tão simples se relacionar com os usuários e cada empresa tem um público diferente. A ideia desse conceito, porém, é se aproximar ainda mais de quem está no seu alcance como um cliente em potencial. Com um modelo de abordagem e estrutura para se relacionar com os usuários nas redes sociais, a transmissão dos valores da sua marca e a criação de engajamento são muito mais naturais. Além disso, é uma maneira de se destacar em relação aos concorrentes, criar uma forma única de comunicação e trabalhar a fidelização.

Facebook Marketplace, Instagram Store

A grande vantagem disso é que fica muito mais fácil para o usuário comprar do seu produto. Basta dar um clique na imagem e ele é direcionado diretamente para a página de venda. Isso aumenta as taxas de conversão, já que significa uma barreira a menos na jornada de compra do usuário nas redes sociais. Ele não precisa mais copiar e colar um link, ou ficar entrando no perfil para acessar o “link na bio”. Tudo pode ser resolvido já alí, na própria publicação. Tamanha facilidade faz com que especialistas na área de todo o mundo apostem nessa tendência ainda mais em 2020.

 

O que você adicionaria nessa lista?